15º Goiânia em Cena começa na próxima sexta-feira

Publicado por Janda Nayara em

Total de 40 projetos de teatro, dança, circo, performances e música integram a programação do festival que acontece de 13 a 22 de outubro na capital

A 15ª edição do Festival Internacional de Artes Cênicas Goiânia em Cena, realizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, começa na próxima sexta-feira, 13 de outubro. A programação, que integra as comemorações do aniversário capital, vai até o dia 22 de outubro. O festival tem como objetivo incentivar as artes cênicas em suas diversas manifestações, valorizando iniciativas inovadoras, linguagens tradicionais e contemporâneas.

Serão mais de 30 projetos locais de teatro, circo, dança, performances e música, além de espetáculos nacionais e internacionais, e uma oficina de luminotécnica cênica. As apresentações acontecem em diversos pontos da cidade, como os tradicionais Teatro Goiânia, Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, Espaço Sonhus e Centro Cultural UFG, além de espaços públicos como Feira do Cerrado, Bosque dos Buritis, Parque Flamboyant e Eixo Anhanguera.

Os ingressos para as apresentações que acontecem nos espaços fechados permanecem por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada). A novidade deste ano é que adquirindo os convites para mais de 4 espetáculos, o valor cai para R$ 5, cada.

O grande destaque da edição é o espetáculo Joana, A Valente, que acontece no dia 17, às 20h30, no Teatro Goiânia, com a atriz, palhaça e mímica sueca Gardi Hutter, uma das mais importantes comediantes da Suíça e referência mundial na arte da palhaçaria, e que estará pela primeira vez em Goiás.

O secretário municipal de Cultura, Kleber Adorno, destaca a importância do evento.

“O Goiânia em Cena é um festival consolidado e que já faz parte do calendário da nossa cidade, democratizando o acesso à arte e promovendo a produção local. Sua realização, mesmo diante das dificuldades enfrentadas demonstra a valorização que o governo municipal à Cultura”.

Os espetáculos locais que integram o festival foram selecionados através de edital, que destinou R$ 197,5 mil, oriundos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), para o pagamento dos cachês que vão até R$ 7 mil. “Hoje, o cachê pago pelo Goiânia em Cena aos grupos locais é o maior do país se comparado com outros eventos parecidos, que geralmente só fornecem ajuda de custo. Isso é algo inédito no país”, destaca a coordenadora do festival, Marci Dornellas.

A Secult espera um público de cerca de 10 mil espectadores nos dez dias de festival.

Veja a programação.

Categorias: Festival

Deixe uma resposta